FRATURAS

Webnode
FRATURAS

 

FRATURA - é a quebra de um osso causada por uma pancada muito forte, uma queda ou esmagamento. Há dois tipos de fraturas: as fechadas, que, apesar do choque, deixam a pele intacta, e as expostas, quando o osso fere e atravessa a pele. As fraturas expostas exigem cuidados especiais, portanto, cubra o local com um pano limpo ou gaze e procure socorro imediato.

 

Fraturas fechadas

São aquelas nas quais não há conexão entre o osso quebrado e a superfície externa do corpo.









Fraturas abertas

São aquelas nas quais a fratura comunica-se com o meio externo. A pele é rasgada ou aberta pela mesma força que quebrou o osso ou pela força que faz o osso perfurar a pele.

Tanto as fraturas abertas como fechadas podem resultar em uma séria perda de sangue. As fraturas abertas produzem hemorragias externas; as fechadas, hemorragias internas; dependendo da quantidade de sangue perdido, pode haver também choque hipovolêmico, quadro comum, por exemplo, nas fraturas de fêmur. As fraturas abertas correm o perigo de infecção.

Sinais e sintomas de fraturas

- Dor;
- Impotência funcional (não são possíveis os movimentos);
- Deformidade;
- Aumento de volume;
- Crepitação.

CUIDADOS NO ATENDIMENTO DE FRATURAS

Se não existir um serviço de atendimento a emergências onde você se encontra, deve-se imobilizar as fraturas para transportar a vítima de modo mais confortável e cuidadoso;

Não mover a vítima até que as fraturas estejam imobilizadas, com exceção se a vítima estiver perto de fogo, explosões, etc. Nesses casos, a vítima deve ser resgatada no sentido do maior eixo do corpo;

Para fraturas abertas, controlar o sangramento e cobrir a ferida com curativo limpo antes de imobilizar (não tente limpar a ferida);

No caso de fratura exposta, não tente colocar o osso no lugar;

Se houver fratura em joelho, tornozelo, punho e cotovelo não tentar retificar a fratura;
Imobilizar as fraturas incluindo a articulação proximal e a distal;

Aplicar uma leve tração enquanto imobiliza e manter até que a tala esteja no lugar;

As talas devem ficar firmes, mas não apertadas a ponto de interferir na circulação;
Forrar toda a tala e colocar estofamento extra nos locais com deformidade.

Autores:

Enfermeiro Marcelo Cezar Leichtweis, instrutor TAAS Treinamento e Assistência na Área de Saúde.

Zito Kalson da Rocha, instrutor TAAS Treinamento e Assistência na Área de Saúde

 Bookmark and Share

Contato

Shevanny Cabral Santos técnico de segurança do trabalho

MSN: shevanny_@hotmail.com Site: shevannytst1.webnode.com.pt

(21) 7626-8426
(21) 7818-5567
ID - 103*157100



Webnode
Leia mais: http://dicasparasites.webnode.com.br/dicas-webnode/add-um-icone-favicon-/ Crie seu site grátis: http://www.webnode.com.br